DÚVIDAS FREQUENTES

Sabonetes

1. Os Sabonetes são faciais ou corporais?
São faciais E corporais.

2. Posso aplicar o Sabonete diretamente no rosto?
Nós recomendamos fazer espuma com as mãos e só então aplicar a espuma na face molhada. Fazendo dessa maneira você suaviza o processo de limpeza. Porém se você está usando diretamente na face e está dando certo, continue. Mas a partir do momento que você observar ressecamento, use da maneira indicada acima.

3. Como saber qual dos dois é o ideal para minha pele?
Leia atentamente as informações nas páginas de cada produto, Sabonete Bacuri & Anis aqui e Sabonete Carvão aqui. Se ainda assim restarem dúvidas, segue um guia rápido:
• Sabonete Bacuri & Anis: para todos os tipos de peles.
• Sabonete Carvão: para peles oleosas e mistas.

4. Faz mal usar o Sabonete que não é indicado para meu tipo de pele?
O Sabonete Carvão não deve ser usado em peles secas, sensíveis ou que tenham alguma condição especial, como algumas doenças cutâneas. Caso restem dúvidas, consulte seu dermatologista. O Sabonete Bacuri&Anis pode ser usado por qualquer tipo de pele.

5. Quanto tempo dura um Sabonete?
Depende como você fará o uso. Se for no corpo e rosto obviamente ele irá durar menos do que usando somente no rosto. Ainda assim, se usado corpo + rosto ele dura entre um e dois meses. Se usado somente no rosto, dura meses e mais meses.

6. Onde posso guardar o Sabonete?
Sempre em uma saboneteira que não acumule água e no local mais seco da sua pia ou do seu chuveiro.

7. Posso cortar em partes menores?
Pode sim. Corte com uma faca normal, ele é macio e você pode dividir em quantas partes desejar. As partes que você não usar, deixe-as protegidas na embalagem original longe de luz, calor e umidade.

8. Qual é o método de fabricação?
Nossos Sabonetes são feitos através do método de saponificação à frio, bem como os Shampoos Sólidos.

9. Li a lista de ingredientes e observei o “Hidróxido de Sódio”, devo me preocupar?
Alerta para explicação nada breve pois sabemos que tem muita informação infundada na internet.
Todo método de saponificação é feito com Hidróxido de Sódio, justamente por ser uma matéria prima segura para a fabricação de Sabonetes e Shampoos Sólidos. Alguns pontos muito importantes devem ser esclarecidos e entendidos:
• O Hidróxido de Sódio utilizado pela indústria cosmética não é o mesmo daquele encontrado em supermercados para desentupir vasos sanitários. Toda matéria prima usada na indústria cosmética passa por um rigoroso controle de qualidade, são descontaminadas, purificadas, higienizadas, etc. São diversos os processos efetuados para que só então ela seja considerada segura para uso em cosméticos.
• A Anvisa tem regulamentação para o uso de qualquer matéria prima, com o Hidróxido de Sódio não poderia ser diferente. É necessário saber trabalhar com ele e qualquer outra matéria prima, bem como saber toda a química do processo de fabricação e manipulação, e é por isso que todas as indústrias têm profissionais altamente capacitados por detrás das formulações e fabricações: Farmacêuticos, Químicos e Engenheiros Químicos.
• Entendendo isso, é também importante saber que existe uma reação química no processo de saponificação, onde o Hidróxido de Sódio é totalmente consumido ao final da reação. Por isso destacamos novamente a importância dos profissionais corretos para a elaboração e a manipulação dos produtos cosméticos.
• Citação do FDA*: “Ordinary soap is made by combining fats or oils and an alkali, such as lye. The fats and oils, which may be from animal, vegetable, or mineral sources, are degraded into free fatty acids, which then combine with the alkali to form crude soap. The lye reacts with the oils, turning what starts out as liquid into blocks of soap. When made properly, no lye remains in the finished product”.
- Tradução: “O sabão comum é feito pela combinação de gorduras ou óleos e um álcali, como a soda cáustica. As gorduras e óleos, que podem ser de origem animal, vegetal ou mineral, são degradadas em ácidos graxos livres, que então se combinam com o álcali para formar sabão bruto. A soda cáustica reage com os óleos, transformando o que começou como líquido em blocos de sabão. Quando feito corretamente, nenhuma lixívia permanece no produto acabado”.
* FDA (Food and Drug Administration): é uma agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, equivalente à Anvisa no Brasil.
• Todos os produtos regularizados pela Anvisa são seguros para uso. Nenhuma marca colocará um produto prejudicial nas prateleiras dos mercados e farmácias de todo o Brasil. Contudo, isso é totalmente diferente da experiência pessoal. Um produto que não teve adaptação ou não fez o efeito desejado pelo consumidor não está relacionado ao produto ser bom ou ruim, ser caro ou barato, e muito menos ao produto conter ou não certo ingrediente, como o Hidróxido de Sódio. Novamente, a experiência é subjetiva, única, pessoal e não deve ser utilizada como artifício de invalidação.
• É natural que certos produtos e/ou ingredientes sejam evitados por algumas pessoas, todo mundo tem o direito de escolher o que quer ou não usar. Porém, Cosmética nada mais é do que Ciência, e as percepções precisam ser explicadas, ensinadas e alteradas quando necessárias. É importante informarmos que o Hidróxido de Sódio não é um vilão, nem sabão feito com ele é algo a evitar. Sabão por saponificação é usado há séculos em nosso mundo e foi de absurda importância para o crescimento saudável da humanidade. Sabão é o produto de higiene pessoal que salvou o mundo de muitas pandemias, está muito mais claro agora no Século XXI. Um produto de riquíssimo valor e grande notoriedade não deve ser abolido por causa de falácias da internet sem respaldo científico algum.
• Nas mãos de bons fabricantes de sabão, pode ser um produto muito superior em qualidade e delicadeza quando comparado aos produtos de limpeza convencionais e sem sabão.
• Use sem medo!

Digite seu código de rastreamento